A vacinação como prática de cuidado

O cuidado está relacionado às nossas atitudes na vida cotidiana. Se o zelo, a responsabilidade, estão presentes no nosso cotidiano, a vacinação como prática de cuidado tem uma importância fundamental no espaço social. O cuidado consiste em um modo de agir e é importante que tenhamos uma postura zelosa nos nossos espaços de convívio.

O sentido do cuidado desse texto não é o cuidado exercido pelos profissionais da saúde. Cuidar também é ato de solidariedade com o próximo. Vacinar significa cuidar de si e do outro. O profissional da saúde que cuida, tem o papel de informar a população que esse cuidado salva vidas. E nosso Curso Online em Sala de Vacinação vai nesse sentido. Informar, conhecer e bem cuidar.

Cuidado é não disseminar mensagens mentirosas sobre a vacinação, as conhecidas fakes news. As redes sociais estão disseminando informações   sem fundamento científico, fortalecendo um movimento opositor sobre a prática da proteção vacinal. Atualmente é muito comum ouvirmos falar sobre essas inverdades e como contraponto o Ministério da Saúde (MS) criou um canal para combater  as falsas notícias e mostrar os benefícios da vacinação para que doenças controladas ou eliminadas não aumentem o seu potencial de disseminação entre as pessoas.

Para combater as fake news sobre saúde, o Ministério da Saúde, disponibiliza um número de whatsApp para envio de mensagens da população. É um espaço para receber informações virais, que serão apuradas pelas áreas técnicas e respondidas oficialmente se são verdade ou mentira.

Qualquer cidadão poderá enviar gratuitamente mensagens com imagens ou textos que tenha recebido nas redes sociais para confirmar se a informação procede, antes de continuar compartilhando. O número é (61)99289-4640

O cuidar em saúde é uma atitude interativa, e em tempos de redes sociais significa checar as informações antes do compartilhamento. É adotar uma postura de preocupação com o bem-estar do outro. Este artigo no Blog da ASTHA Cursos Especializados em Saúde quer colaborar para a conscientização populacional sobre a proteção à várias doenças conferidas pela Imunização.

Fonte: Enfermeira Gisele Cristina Tertuliano, cientista social, mestre e doutoranda em Saúde Coletiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.