family-2610205_1920

AMAMENTAÇÃO: O PAPEL DE RECÉM-PAPAI NESTE CONTEXTO

Identificar as percepções dos papais sobre seu papel no contexto da amamentação permite identificar variações no papel do pai durante este período no contexto familiar: pais devem agir como parceiros na tomada de decisões e devem ser responsáveis pelo funcionamento da família, fornecendo apoio emocional à mamãe. Essas variantes envolvem desafios e tarefas no período pós-parto por parte dos homens, que precisam atuar ativamente junto com a mãe neste momento importante da vida do filho e da própria construção da ideia de maternidade e paternidade contemporâneas.

Quando os homens, recém-pais, querem efetivamente participar desta construção, geralmente percebem que seu papel é bem mais complexo do que o papel limitado de facilitador da amamentação, que na maioria das vezes é atribuído a eles.

Os ‘novos’ pais veem-se como partes interessadas na tomada de decisões relativas à forma como seu filho é alimentado e reagem ao desequilíbrio criado na tarefa da amamentação, ou seja, lidar com a atenção exclusiva que o bebê reserva à nutriz (aquela que nutre/mãe).

O envolvimento dos papais nesta etapa da vida, deve acontecer em vários níveis: com o filho, com o cônjuge e com a família de ambos. Cinco dicas para ser o ‘paizão’ que o mundo atual espera do homem, nesta etapa importante da vida de todos:

  • Os papais devem atuar como partes interessadas nas decisões relativas à amamentação;
  • Os papais devem ficar atentos às necessidades da mamãe e saber como facilitar a amamentação;
  • Os papais têm que tomar iniciativas para desenvolver um relacionamento próximo com seus filhos;
  • Os papais devem expressar apoio emocional à mamãe através de sua presença ou ações.
  • Os papais desenvolvendo um papel ativo na gestação, parto, pós-parto, amamentação e em todas as etapas do desenvolvimento do filho, asseguram ao casal, uma existência compartilhada em direitos e deveres que compõe a paternidade e a maternidade em seu sentido pleno.

Profissionais de saúde, como parteiras, enfermeiras e médicos devem estar na linha de frente no apoio aos papais na gestão desses vários papeis e os desafios que eles implicam.

Fonte: Montigny, Francine et al. The role of fathers during breastfeeding. Midwifery,Volume 58 , 6 – 12.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *